PREFÁCIO

Quando me separei, em 2005, minha filha tinha apenas um ano e meio. As primeiras postagens falam mais do processo de reconstruir a vida, tanto a vida pessoal quanto a vida de aprendiz de pai sem a presença da mãe. Agora, compartilho algumas descobertas, incertezas, dúvidas e aventuras que aparecem pelo caminho de nós dois. E a cada dia vejo que sou muito sortudo de ter a companhia que tenho.

Bem vindos ao manual do pai solteiro !

terça-feira, 29 de dezembro de 2009

SOBRE CRIANÇAS E PLANTAS




















Antes da minha petita nascer eu nunca tive saco para plantar nada, muito menos regar, adubar, etc. Quando ganhava uma planta, seja ela qual fosse, eu me lembrava na primeira semana de por uma aguinha e nunca mais. Morriam todas, até cactus. E isso me incomodou, no fim das contas, quando morreu um lindo bonsai, dado por uma pessoa que eu gosto muito. Pois foi só eu ser pai que agora é dificílimo alguma planta minha morrer. No máximo dão uma murchadinha reversível. Parece que a torneirinha do amor quando se abre, além de nunca mais fechar, abre para todas as criaturas que possam depender de nós em algum momento, seja para outras crianças, bichinhos ou até plantas.

Bom, na verdade esse post é pra falar de um jardinzinho de ervas que foi pra mim uma ótima terapia pós-separação. Duas jardineiras compridas e estreitas que ficam na área de serviço e onde plantei, com mudas ou sementes, ruculinhas, pimentas, orégano, sálvia, manjericão, alecrim, tomilho, hortelã. Tudo pouquinho. Na época dei uma “googada” em “jardim de ervas” e vi várias idéias. Usei aquela terra adubada comprada pronta e de resto só água e sol. Algumas plantas como as pimentas, o alecrim e a sálvia gostam bastante de sol enquanto outras esturricam, como o manjericão e o hortelã. Água quase todo dia. É claro que algumas morreram, outras deram pragas, mas eu ia replantando e quase sempre tinha o suficiente para minhas receitinhas.

Por falar em receitinhas tenho uma
manteiga de ervas e aliche facílima e gostosa.

Duas colheres de sopa de manteiga sem sal, a mesma medida de azeite extra virgem, 4 filezinhos de aliche, 2 galhinhos de orégano, alecrim e tomilho e duas folhas de sálvia. Ponha tudo numa vasilhinha e deixe no microondas por 1 minuto. Dê uma mexida e pronto. Eu prefiro mais liquida, tipo manteiga de garrafa. Mergulho o pãozinho ou rúcula. Acompanhando um tinto mais encorpado é uma delícia.

P.S. Por falar em mudanças pós-paternidade agora eu não consigo nem passar perto de filmes que tenham alguma passagem trágica envolvendo crianças. Fico consternado. Triste. Acabado. Se for notícia, aí me dá vontade de passar uma semana sem ver TV ou ler jornal só pra não ter que saber mais nenhum detalhe sobre.

terça-feira, 22 de dezembro de 2009

NATAL DAS CRIANÇAS

Eu e minha pequena só passamos um natal juntos, quando ela tinha 8 meses. Desde então ela passa com a mãe, que tem família numerosa e com várias crianças. Não tem como competir. Mas daqui alguns anos ela vai pedir pra passar o natal comigo. E será uma noite inesquecível. Ela vai ser meu papai noel e eu o dela.

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

O PAPÁ DO PAPAI













É tão bom para um pai chegar em casa cansado do trabalho e ver seu filho feliz da vida, com conforto, educação e bem alimentado. E isso sendo proporcionado com o fruto do seu suor. Da mesma maneira os antigos chegavam com a caça ainda quente no lombo, o que garantia comida pra toda a semana, feita pelas mulheres da tribo, que sofriam para prepará-la. Tinham que tirar a pele, cortar, limpar, salgar, e cozinhar. Hoje a gente continua sendo o “caçador” e pode ser também o cozinheiro. Olha que autonomia! Já está tudo cortadinho e limpinho nas gôndolas, é só por no carrinho e preparar em casa.

Há homens e mulheres que odeiam cozinha e eu respeito isso. Aliás, eu só namorei uma moça que curtia cozinhar. Mas há um prazer indizível em alimentar sua criança, sua família ou quem você gosta, com pratos feitos por você mesmo. Alguns homens optam por fazer um curso de culinária. Além de ser gostoso aprender coisas novas, se conhece muita gente bacana também. No meu caso, aprendi com minha mãe e sempre consulto a internet e alguns livros. Nunca fiz nada muito complicado. Comida caseira. A prática vai tornando tudo mais simples. Basta se desvestir de preconceitos e de preguiça e vestir um avental. A falta de jeito vai diminuindo com o tempo. Eu era o maior desastrado do mundo na cozinha. Hoje sou só um pouquinho.

Uma outra coisa gostosa é contar com a ajuda das crianças. Elas adoram. Desfiar um peito de frango, fazer bolinhas de carne, tirar as folhinhas do manjericão, cortar a massa do pastel com um copo. Há várias etapas no fazer de um prato que podem ser confiadas às crianças. Incentive os pequenos a por a mão na massa. Mas fale sempre sobre os perigos que existem numa cozinha, mantendo as ferramentas perigosas longe e os pequenos longe do fogão.

Espaguete com frango desfiado e creme de leite

A gente aqui em casa não tem muita criatividade na escolha da massa. É espaguete na cabeça sempre. Mas essa receita funciona com um fetuccine muito bem também. É a preferida de minha filha. Tem tudo que criança gosta e faz bonito também com adultos. Eu vi essa receita no programa da Nigella. Se não fiz igualzinho, porque não anotei, continua bem gostoso o prato.

O ingrediente principal dessa receita não sou eu quem faço. Um frango ou galeto desses de televisão de cachorro. Escolha o melhor do seu bairro. Tem uns que o tempero não penetra na carne, daí não funciona. Aqui em BH tem o Beto´s Delivery (3285-4050) que faz o frango na churrasqueira. Tem aquele gosto e cheiro de defumado, maravilhoso. Mas se você quiser fazer é só comprar um peito de frango (porção pra 2), jogá-lo na água fervendo com um bom punhado de sal e deixar lá de 20 a 30 minutos até ficar bem branquinho e macio. Depois tire, deixe esfriar e desfie miudinho. Eu, com o frango comprado pronto, não desfio só o peito de frango. Gosto das carnes mais vermelhas como a coxa e a sobrecoxa. E ainda sobra frango pra comer na próxima refeição. Eu desfio meio peito, uma coxa e uma sobrecoxa para uma porção para duas pessoas.

Ferva 4 litros de água com um pouco de sal e um fio de azeite numa panela bem funda (uma panela de cozinhar massa é peça importante no enxoval do recém-solteiro) e ponha o espaguete. Mexa para que eles não grudem uns nos outros. Cozinhe por 10 minutos ou até que a massa fique macia. Criança não curte massa al dente.

Agora ponha numa frigideira grande ou média, azeite, um dente de alho picadinho, cubinhos pequenos de 1 tomate, meia cebola picadinha (tem criança que não come, mas se for processada miúda passa), tirinhas de presunto, o frango desfiado e sal a gosto (pode pôr ervilha, milho, o que a criança curtir e for colorir e dar sabor ao prato). Depois de dourar a cebola e o alho, escorra o espaguete e ponha junto. Mexa devagar até a massa incorporar os ingredientes do refogado. Ponha agora meia lata de creme de leite. Serve o de latinha, mas o fresco fica melhor. Continue mexendo e desligue o fogo. Prove pra ver se precisa de mais sal. Ou se precisa de mais creme. Como é fácil por e difícil tirar, o sal deve ser posto aos poucos. Prove e se precisar ponha mais.

Na travessa que vai à mesa ponha o espaguete e por cima salsinha e cebolinha cortadas miudinhas. Cubinhos de muzzarela vão derreter se jogados por cima da massa quente. Fica irresistível. Quando eu faço pra adultos eu ponho no refogado, antes da massa, passas, uma pitada de estragão seco e gotas de pimenta malagueta.

Se alguém testar dê a nota.

Mandem as receitas preferidas de seus pimpolhos.


terça-feira, 15 de dezembro de 2009

DONO DE CASA x DIARISTA




















Depois que passei a morar com minha filha eu realmente vi que não é fácil orientar uma empregada. A criança pede um nível de limpeza e higiene na casa que é bem diferente dos parâmetros de uma diarista comum. Crianças põem tudo na boca, deitam no chão, e gostam de morder o que estiver na frente quando estão com os dentinhos crescendo.

Cansado de repetir o mesmo falatório a cada mudança de profissional (também é difícil acertar a profissional ideal para você e sua casa) eu acabei por escrever com detalhes certos procedimentos. Imprimo e ponho pendurado na geladeira. Dê uma lida, modifique e complete de acordo com suas necessidades. No começo, é bom você ir checando se tudo está sendo feito. As empregadas e diaristas acham normal serem orientadas à exaustão por mulheres, mas não por homens. Se houver algum item que estiver sendo esquecido, grife-o e converse com ela. Depois de um tempo a coisa vai.

Obs.: Quando estava pensando na ilustração para esse post me lembrei de um amigo que morria de medo da própria empregada. Era uma senhora de uns 50 anos herdada de sua sogra. Ela não obedecia a ele, só a mulher, e ainda o obrigava a limpar tudo que ele sujava.

ORIENTAÇÃO PARA A DIARISTA

AFAZERES DIÁRIOS ou SEMANAIS (DEPENDENDO DA NECESSIDADE)

  • Arrumar e lavar a cozinha, a louça, limpar e lavar os banheiros com quantidade maior de desinfetante.
  • Varrer a casa, passar desinfetante na casa toda e por fim passar a cera.
  • Arrumar os quartos e trocar a roupa de cama prestando atenção redobrada em manchas. Usar produto específico (escrever o produto) para tirar manchas.
  • Limpar o tapete da sala. Virá-lo e batê-lo com a vassoura.
  • Verificar se há manchas ou sujeira nos sofás. Tirar com escova úmida e mais nada.
  • Passar pano nos móveis para tirar poeira.
  • Cuidado com os fios do computador ao limpar o chão do escritório.
  • Os vidros devem ser desengordurados com pano molhado na água quente. Depois usar limpa-vidros.
  • Fazer o almoço. Dar uma geral na geladeira pra ver se tem coisa que pode estar estragada ou mal-acondicionada. Tentar usar o que já estiver lá há mais tempo e não estiver cheirando mal.
  • A roupa suja ou fica na área ou numa cesta no banheiro. Se não der pra lavar tudo, lavar o que der de meias, cuecas, camisas de malha, camisas de botão e calças. Nunca deixe sem lavar todas as peças de uma dessas categorias. As roupas da criança ficam numa cesta no quarto dela. Lavar separado das minhas e, se precisar, pôr de molho separado também.
  • Passar a roupa. Se não der pra passar tudo, passar o que der de meias, cuecas, camisas de malha, camisas de botão e calças. Não deixe nenhuma dessas categorias com peças sem passar.
  • Checar se os meus calçados e os da criança precisam de ser lavados ou engraxados.
  • Verificar se no armário estão camisas amarrotadas e passá-las. Principalmente as sociais, de gola e manga longa.
  • Limpar todos os lixos da casa (cozinha, área, banheiro e escritório) e levá-los para a garagem no lixo do prédio. Pôr sacos de lixo novos nos respectivos.
  • Antes de sair limpar a área com água e desinfetante.
  • Não mude nada de lugar e o que precisar tirar do lugar para limpar, como papeis, cds, revistas, etc, volte para o lugar de origem.
  • Pôr água pra gelar e fazer gelo com a água do filtro.
  • Conferir a validade dos alimentos na geladeira e jogar fora o que estiver vencido ou com a cara de estragado. Se eu estiver em casa me pergunte.
  • GUARDAR TODOS OS PRODUTOS DE LIMPEZA NO LUGAR CERTO PARA NÃO HAVER PERIGO DA CRIANÇA INGERIR OU INALAR PRODUTOS TÓXICOS!!!!

MENSAIS/BIMESTRAIS (DEPENDENDO DA NECESSIDADE)

  • Descongelar (quando necessário) e lavar a geladeira por dentro com água e vinagre branco (proporção de 1 para 1. Na porta usar água com bicarbonato de sódio)
  • Limpar os armários da cozinha, do banheiro e dos quartos por dentro com pano umedecido em solução de água misturada à água sanitária na proporção de 1 para 1. Tire as roupas antes e coloque-as de volta apenas depois que as gavetas secarem.
  • Lavar as paredes dos banheiros tentando tirar ao máximo a sujeira entre os azulejos. Usar produto específico (nome do produto)
  • Limpar as janelas. Passar pano primeiro para tirar o pó e depois lavar com água e sabão. Nos vidros usar limpa-vidros.
  • Tirar a gordura e poeira impregnados em cima de todos os móveis da cozinha incluindo a geladeira, em cima do batente das portas, do teto, da janela.
  • Limpar as paredes da casa e os interruptores.
  • Limpar o fogão com água e bicarbonato de sódio. No forno usar produto específico.(nome)
  • Virar o colchão nos dois sentidos de modo que a parte debaixo fique em cima e que o lado da cabeça vá para os pés. Passar um pano umedecido com água e detergente em toda a superfície do colchão.
  • Deixar os travesseiros na janela para pegar ar e sol, tirando antes as fronhas.
  • Limpar os filtros da máquina de lavar.
  • Limpar a vela do filltro de água com sal grosso.

SEMESTRAIS

  • Retirar e lavar cortinas, persianas e tapetes.
  • Passar pano úmido com vinagre nos dois lados dos colchões e deixa-los em pé até secarem, de preferência no sol.
  • Lavar os travesseiros (somente eles) na máquina usando o ciclo suave e sem amaciantes. Centrifugar.

Qualquer dúvida me ligue. (Seu nome: XXXX-XXXX).

VESTIU UMA CAMISA LISTRADA E SAIU POR AÍ













Tenho alguns conhecidos que se separam, mas põem a aliança quando saem à noite porque acham que isso atrai mulheres. Atraem mulheres, mas apenas as bobonas. Existe aquela máxima cruel, porém correta na maioria dos casos. “Homens traem para manter o casamento e as mulheres para saírem dele”. As mulheres que gostam de homens casados são um instrumento para mantê-los no casamento, em suma. A maioria já sacou isso. Ou seja, aliança de casado não é um bom acessório masculino se você não for casado.

Não quero ficar me metendo a estilista, mas a verdade é que hoje homens entre trinta e poucos e cinqüenta e tantos se vestem do mesmo jeito que a galera de vinte. Camiseta de malha, calça jeans ou bermuda e tênis. O que deve mudar é que nossa camiseta não tem uma estampa escandalosa, mas uma cor e modelo interessantes, usamos cinto, a calça está passada e não pára no meio das nádegas e o tênis é mais discreto e elegante. Estilo é uma coisa pessoal, e por mais sisuda que seja a roupa de trabalho não hesite em usar algo leve e informal na folga, desde que isso o faça sentir bem, é claro. Use um perfume discreto e sempre o mesmo, só troque de tempos em tempos. Perfumes para o homem são marcas, assinaturas. E as mulheres gostam disso. Quem troca de perfume sempre perde essa identidade olfativa.

É pensando em detalhes que nos fazemos distinguir da galerinha. É meio ridículo, por mais que estejamos na adolescência pós casamento, que queiramos parecer jovens, pois ainda somos. Jovens com aquele plus a mais!

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

DIFICULDADES DE UM PAI SOLTEIRO






















. "Onde está meu vestido novo, papai?"
"Deve estar na casa da sua mãe."
" Eu quero usar meu vestido!!! Snif, snif
" Infelizmente não dá, escolhe outra coisa"
" A calça jeans da Barbie!"
E depois de muita procura
" Acho que tá lá também..."
" Buááááááá´"

. Lugares públicos que não tem banheiro de família. Não posso entrar com minha filha nem no banheiro masculino nem no feminino. Tenho que ficar de campana na porta do banheiro feminino, esperando que todas que estão dentro saiam e não deixando ninguém entrar para eu poder entrar com ela sozinho. De vez em quando aparece alguma mulher bacana que se oferece para acompanhá-la mesmo quando aviso que ela vai fazer o número 2. Algumas declinam.

. Raramente babás dormem em casas de homens desacompanhados. A maioria é nova, tem menos de trinta anos. São proibidas por seus pais ou namorados, que não acreditam que a gente dê beijo de boa noite só nas crianças quando chega tarde em casa. E tem o caso do amigo que acordou com a babá deitada do seu lado na cama porque ela ouviu um barulho e ficou com medo. Sem comentários. Ainda há no mercado aquelas senhorinhas de meia idade que normalmente são ótimas babás. Dê preferência a elas para não arrumar confusão.

. As mães de coleguinhas demoram para confiar seus filhos à gente para passear, dormir em nossa casa, etc.

. As próprias crianças, a partir dos seis anos quando os pais se separam, nos acham incompetentes para cuidarmos dela. Talvez sejamos mesmo, no início, mas as crianças são bem cruéis com nossas inseguranças. Também sabem valorizar nossos esforços.

. Tenho que me justificar para determinadas pessoas que sim, é melhor para ela morar com ambos os pais que apenas com a mãe, se a gente se estrutura e se prepara para isso.

. As vendedoras de roupas infantis utilizam de minha ignorância no vestuário feminino para empurrar artigos fora de moda, encalhados ou de pior qualidade.

. Freqüentemente ouço reclamações sobre o ciúme dos namorados da mãe para conosco ou das nossas namoradas para com nossa ex pelo fato da gente (mãe e pai) termos que estar sempre nos comunicando ou encontrando. É claro que o contato é maior se comparado com um casal que não divide a guarda. É um grande equívoco dificultar as coisas entre os pais separados. Isso só deixa a vida pior e mais difícil para todos, inclusive para a criança. O negócio é conversar, elucidar qualquer dúvida e tentar ser tolerante. A comunicação entre pais separados tem que ser constante e pede canais livres para não haver ruídos. Saúde, alimentação, higiene, escola, tudo funciona muito melhor quando ambos sabem de tudo sobre a criança em tempo real. E-mails e sms são úteis também, desde que não apenas eles. A comunicação oral é muito mais rápida. Fora a felicidade da criança de ter, de vez em quando, mãe e pai juntos com ela (inclusive acompanhados de seus atuais namorados). Alguns retrógrados acham isso moderno demais. Eu acho essencial e totalmente normal. No geral, depois de certa idade da criança essa comunicação fica mais objetiva e sucinta sem perder a eficácia.