sexta-feira, 4 de janeiro de 2019

Veja 10 dicas de como sobreviver ao seu ex, neste Verão - Matéria de Flávia Azevedo para o correio 24h


Flávia Azevedo
O ideal é que a relação seja saudável. Nesse caso, parabéns ao ex-casal! Mas, pode não ser. E aí, vamos combinar um negócio? Neste Verão, quem vai se estressar não é você. Se ele é um “tipinho típico”, este é o pior momento do ano. Nas férias das crianças, intensificam-se as insinuações maldosas, joguinhos e pressões. Só que (quase) tudo se resolve com uma coisa: informação. Sim, tem como virar o jogo.

Veja as dicas da Dra. Mariana Regis. Ela é advogada há 14 anos, especialista em Direito das Famílias. Feminista, atua apenas representando mulheres. É Mediadora de Conflitos e expositora das Oficinas de parentalidade e Divórcio do CNJ.


Fundadora da Rede Nacional das Advogadas Familistas Feministas, capacita advogadas para exercer um trabalho sensível às desigualdades de gênero, enfrentando o machismo nas varas das Famílias. Tá bom pra você? Pra mim, tá. Leia, releia e guarde. Você pode precisar.

Dra Mariana Regis
1 - Papai quer levar pra viajar

Massa. Se a viagem for dentro do território nacional, tá tranquilo. Quando crianças viajam com um dos pais, não é necessária a autorização do(a) outro(a). Mas precisa, sim, comunicar. Viajou com o pai? A mãe tem que saber onde o filho(a) está. Isso é um direito e não um capricho, portanto, pode cobrar. Se a proposta for para o exterior, a banda toca diferente. Nesse caso, a mãe precisa autorizar formalmente. Aí, você decide, mas cuidado com uma pegadinha: “Há pais e mães que optam por inserir uma autorização prévia de viagem no passaporte da criança, com prazo de até dois anos de validade. Se você tem receio de que o pai leve a criança para fora do país e não retorne ou viaje sem sua autorização, não recomendo esse tipo de procedimento”. Ou seja, leia tudo bem direitinho, antes de assinar.

2 - Pensão durante as férias

Eles esperneiam, questionam, atrasam, fazem cara feia, massss... ligue não. O pagamento é mais do que legal. Você não é uma “golpista” por receber esse dinheiro. Observe: “a pensão alimentícia é devida durante o período das férias escolares, mesmo que a criança/adolescente esteja/viaje com o pai. Aluguel, condomínio, valores ligados ao parcelamento de roupas, sapatos - e até mesmo comida - não deixam de ser cobrados enquanto a criança passa férias com o pai. Por isso, ele deve seguir pagando a pensão na íntegra. Afinal, não é justo que a mãe arque sozinha com o pagamento das despesas fixas contraídas em função da existência e bem-estar do(a) filho(a)”.Óbvio, não é? Apenas faça cara de paisagem e deixe bem pra lá.

3 - O seu atual: é melhor esconder?

Pleno Verão, crianças com o pai, os acordos com o ex ainda não foram assinados, mas você já está vivendo aquele love delícia e merecido? É melhor você se poupar. Divirta-se, mas seja discreta. Resista aos posts apaixonados e guarde esse amor pra você. “Dos primeiros conselhos que, infelizmente, preciso dar às mulheres que acompanho em fase pós-separação é: se está namorando, evite que seu ex saiba, por enquanto. Evite expor em redes sociais”. Segundo Mariana, é comum que as vidas das mães virem verdadeiros infernos quando os ex descobrem que elas estão com novos parceiros. Além da pentelhação clássica, eles costumam endurecer nas negociações. Pra que você quer esse desgaste? Então, amiga, até que esteja tudo amarrado, é boca de siri mesmo. Nesses casos, mais do que nunca, escondidinho é mais gostoso.

Leia mais dicas e matéria completa aqui


Veja 10 dicas de como sobreviver ao seu ex, neste Verão - Matéria de Flávia Azevedo para o correio 24h

Flávia Azevedo O ideal é que a relação seja saudável. Nesse caso, parabéns ao ex-casal! Mas, pode não ser. E aí, vamos combinar um neg...