PAI SOLTEIRO















Nada que remeta por analogia àquele quadro triste da mulher abandonada de barrigão ou perdendo a juventude para cuidar sozinha de sua prole. Pra nossa sorte, mulheres quase nunca abandonam seus filhos. Entenda-se “Pai Solteiro” simplesmente ser pai e solteiro. Nada de divorciado e separado. Essas palavras contém muita história. E implicam logo de cara na existência de um outro, de uma outra vida. Solteiro não. É leve como uma pluma. Ser pai solteiro é ser um pai responsável, carinhoso e autônomo e continuar curtindo a vida de solteiro, além de trabalhar, cuidar da casa, orientar a empregada, fazer compras, etc. sem se esquecer que você tem na mãe da criança uma parceira nessa linda e às vezes cansativa tarefa. O que eu percebi nesses quatro anos de pós-separação é que basta saber dividir seu tempo e dar amor a sua criança. Amor é o que elas mais precisam, e esse amor vem em várias formas: atenção, interesse, carinho, disponibilidade, paciência, limite, cuidado. Mas para que a gente esteja em condições de dar conta disso tudo a gente precisa estar bem. Do que adianta encarar essa maratona de afazeres deixando de lado as coisas que a gente gosta? Pois é. Quanto mais felizes com a nossa vida, mais iremos transmitir essa felicidade aos nossos filhos. Ou seja, tomar conta da gente e nos dar atenção também é uma forma de amar nosso filho. Boa desculpa, né? E é a mais pura verdade. Mas atenção. Não devemos ser pais-solteiros, assim com hífen, o que implica nas duas coisas acontecendo juntas. Hora de ser pai, ser pai, hora de ser solteiro, daí é bagunça, festa, paquera, adolescência tardia e por aí vai. Lembre-se "Mulheres nascem adultas, homens morrem crianças".

Fim de casamento é uma das coisas mais sofridas que já vivi. O fato de um não estar feliz faz o outro sofrer muito, mas quando um começa a buscar essa felicidade sozinho ou com pessoas fora do relacionamento, aí é de matar. Independente de qual lado você está, são poucas as pessoas que saem bem de um casamento. Nesse momento não seja exigente contigo. Faça o que der conta, vá com calma, a nuvenzinha negra vai passar. Teoricamente ninguém quer terminar. Se pudéssemos seríamos tão longevos no casamento quanto nossos avós. Mas como todo mundo sabe, ou acaba o tesão, ou o respeito, ou as duas coisas. E não dá pra viver junto muito tempo sem eles. É isso aí. E é pra frente que se anda.

Aqui falo de várias coisas, desde a mudança para um novo lar até dicas culinárias, coisinhas simples é claro, caso você não tenha a menor intimidade com o fogão. Um macarrão com frango desfiado e creme de leite que é adorado por qualquer criança ou até um prato para surpreender a nova namorada: comidinhas para depois de uma comidinha. Tem também dicas de moda, de comportamento, de paquera, de brincadeiras com seus filhos, ou seja, tudo o que você queria saber sobre o melhor dos dois mundos.

Comentários

Juliana (ju2027@hotmail.com ) disse…
"... comidinha para depois da comidinha ..." ( feio ) kkkkkkkkk

Adorei.

Postagens mais visitadas