PREFÁCIO

Quando me separei, em 2005, minha filha tinha apenas um ano e meio. As primeiras postagens falam mais do processo de reconstruir a vida, tanto a vida pessoal quanto a vida de aprendiz de pai sem a presença da mãe. Agora, compartilho algumas descobertas, incertezas, dúvidas e aventuras que aparecem pelo caminho de nós dois. E a cada dia vejo que sou muito sortudo de ter a companhia que tenho.

Bem vindos ao manual do pai solteiro !

sexta-feira, 23 de março de 2012

PAI E FILHA

Linda e emocionante animação de Michael Dudok


4 comentários:

Déa Prado disse...

Me fez chorarrrr...
Muito lindo!!!
Obrigada por compartilhar.

São Benedito Café e Bistro disse...

Lindo demais... que delicadeza nos traços, nas cores, na música, na estória. Adorei!

Roberta Lippi disse...

Afe, estou em lágrimas.
Esse vídeo me tocou profundamente.
Obrigada.

Aggeo Simões disse...

Eu também chorei. Me pegou de surpresa.