terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

DIÁRIO DE VIAGEM II












Sétimo dia

Hoje foi tudo lindo, como zune um novo sedã, já dizia o Patu Fu. O dia estava lindo e bem quente, mais do que todos. Pouco entramos no mar por conta da maré alta. A lua foi a grande estrela da noite. (desculpem, não resisti). Ela estava maravilhosa e imensa. Teve apresentação de uma palhaça na "pracinha" da cidade que a pequena amou. Depois fomos dançar forró, eu e ela. Eu bem que tentei dar umas paqueradas, chamar umas moças pra dançar, mas a pequena não deixou. Pior que namorada ciumenta.

Oitavo dia

Entramos no ritmo da Bahia. Acordamos cedo, tomamos café, fui ao cybercafé mandar umas gravações e depois praia. O mar muito agitado e o rio muito alto. Estou ensinando a pequena a nadar e ela já nada alguns metros sem bóia. Aqui é ótimo pra pegar jacaré e ela também quer aprender, mas as ondas são grandes pra ela. Melhor sair e arrumar outra coisa pra fazer. Nossa mesa vira um atelier. Lápis de cor, canetinhas e guache. Fizemos várias marinas e alguns retratos de desconhecidos. Ava tem o dom do desenho. Mas vida de artista é tão dura que eu realmente preferia que ela fosse outra coisa. Aquela velha história. Mas fico orgulhoso, claro. Ela não quis almoçar, não teve jeito, mas comeu um tomate inteiro. Depois uma siesta que foi das 5 as 7 e saímos pra ver a lua nascer. Quem falou que Ava teve paciência? Eu disse “papai te levou pra tantos lugares, petita, eu só to pedindo pra voce esperar um pouco. Você vai gostar também”. “To com dor de barriga de fome, papai” . Levantamos na hora e fomos comer uma pizza.

5 comentários:

Tiburciana disse...

Ai que fofo vcs dois !!!!
De verdade ficdo feliz
bjos e paciencia

Nina disse...

é... Tem dias que são de lua, e dias que são de pizza!

Adorei tudo do texto! Vontade de pegar minha menina e ir agora pra Bahia, viu??

beijo!

Coisa de mãe disse...

Adorei seu blog, cheio de sensibilidade e doçura. Parabéns.
Chris

alexia disse...

Que delícia de férias, aproveita.....quando ela crescer, bau bau!
Um abraço.

Aggeo Simões disse...

Tá muito gostoso aqui. Agora estamos interagindo bem com o ambiente e entre nós. Obrigado pelo incentivo, garotas. Eu venho pra cá todo ano, há cinco anos. Sempre tive vontade de trazê-la. E foi tranquilo, apesar de alguns momentos difíceis. Tô muito feliz.
Beijos

SOMOS O QUE SOMOS

Acho que ser homem, pai, marido, adulto do sexo masculino já foi mais fácil, mas não tinha graça. Confinados em seus clubes, escritórios, s...