terça-feira, 15 de dezembro de 2009

VESTIU UMA CAMISA LISTRADA E SAIU POR AÍ













Tenho alguns conhecidos que se separam, mas põem a aliança quando saem à noite porque acham que isso atrai mulheres. Atraem mulheres, mas apenas as bobonas. Existe aquela máxima cruel, porém correta na maioria dos casos. “Homens traem para manter o casamento e as mulheres para saírem dele”. As mulheres que gostam de homens casados são um instrumento para mantê-los no casamento, em suma. A maioria já sacou isso. Ou seja, aliança de casado não é um bom acessório masculino se você não for casado.

Não quero ficar me metendo a estilista, mas a verdade é que hoje homens entre trinta e poucos e cinqüenta e tantos se vestem do mesmo jeito que a galera de vinte. Camiseta de malha, calça jeans ou bermuda e tênis. O que deve mudar é que nossa camiseta não tem uma estampa escandalosa, mas uma cor e modelo interessantes, usamos cinto, a calça está passada e não pára no meio das nádegas e o tênis é mais discreto e elegante. Estilo é uma coisa pessoal, e por mais sisuda que seja a roupa de trabalho não hesite em usar algo leve e informal na folga, desde que isso o faça sentir bem, é claro. Use um perfume discreto e sempre o mesmo, só troque de tempos em tempos. Perfumes para o homem são marcas, assinaturas. E as mulheres gostam disso. Quem troca de perfume sempre perde essa identidade olfativa.

É pensando em detalhes que nos fazemos distinguir da galerinha. É meio ridículo, por mais que estejamos na adolescência pós casamento, que queiramos parecer jovens, pois ainda somos. Jovens com aquele plus a mais!

7 comentários:

paula disse...

parabéns! belo texto. em partes concordo que as mulheres traem para sair do casamento, mas acho que isso é assunto para outro post. quanto ao modo de se vestir, você está completamente correto: e se você veste-se desta maneira,e ainda cuida bem assim da sua casa e da sua filha, imagino que não ficará solteiro muito tempo.
e parabéns pelo texto bem escrito!

Aggeo Simões disse...

Obrigado, Paula.
Adoro namorar. Mas morar junto de novo, sei não.

Andrea disse...

Oi rapaz...que bela surpresa encontrar alguém tão real, quando eu pensava que só existia em filme...rsrsrs...Parabéns...e por favor, não pare....continue resgatando a superioridade masculina que mostra homens como devem ser : reais e humanos. bjs

Alana disse...

Aggeo, tô chocada com a neopaternidade. Estou recém separada de uma looonga parceria conjugal que incluía vida profissional e nosso filho tem dois anos e meio. FAz menos de um mês que fui embora de casa e acho q todos os seus conselhos sobre não voltar à casa da mãe ("queremos ir pra frente e não voltar pro útero") superválidos para mamães tb, exatamente pelas mesmas razões descritas por vc. Ainda ontem eu estava no pólo "tristeza" ( separação recente causa estado bipolar, todos sabem)e ocmentei com uma amiga que preciso ir embora em pouco tempo; a sensação que tenho é que ir pra mom´s house é voltar demais para q posso recomeçar algo. Quanto às dicas incríveis sobre babás foram ótimas,vou anotar,por enquanto, com uma rotina meio parecida com a q vc descreveu, NUNCA tive babá.
Quero mandar o link do blog pro pai do meu filho. Ele é quase mãe tb , e revelou o desejo de compartilhar guarda no ato da notícia do término. MAs tenho medo de ele considerar isso uma ofensa no momento. Que me diz?

Aggeo Simões disse...

Oi Alana. Não tem nada ofensivo aqui, eu acho. Mas se você tem essa impressão você deve estar certa. Da um tempinho, comente, se ele mostrar interesse mande pra ele. Felicidades para os dois na nova vida. Paciência e tolerância para vocês e muito amor para seu filhão.

Aggeo Simões disse...

Valeu, Andrea, é bem mais gostoso conversar com real people... também acho. Tudo de bom.

Pamella disse...

Olá, sou uma mulher de vinte e dois anos. É só uma referência pra que você saiba da onde vem o eleogio. Bom, eu particularmente não gosto como os caras mais novos se vestem. Mas é de babar quando um homem sabe se vestir de um modo que caia bem com a idade e o corpo,e como você mesmo disse estilo é pessoal mas eu admiro e as vezes até quebro o pescoço de tanto olhar pro Homem manequim passando bem vestido na minha frente. Não estamos falando de marca e grife, e sim de usar as roupas certas. Parabéns por você ter esse visão. Vi o link do seu blog no blog Hoje eu vou assim. Vou acompanhar sempre suas postagens.
Boa sorte com a Babá e boas escolhas pro seu guarda-roupa.

SOMOS O QUE SOMOS

Acho que ser homem, pai, marido, adulto do sexo masculino já foi mais fácil, mas não tinha graça. Confinados em seus clubes, escritórios, s...